Postagens

Meu amor próprio

Tenho por mim
um amor que é próprio
desvinculado das pessoas
e reverso ao egoísmo inato

Querido

Você se tornou um querido
daqueles que se guarda na alma
e leva-se por toda existência

Despedida ao Santiago

Quero te ver
como se fosse a última coisa
daquelas oportunidades que a vida dá
e te dar um abraço de despedida.
Quero te ver
e se não for possível paciência,
fico com o coração entregue
até uma nova oportunidade.
Quero te ver

Minha barba grisalha
cheia
atarefada
cansada da sua existência.
Foi sepultada,
morta,
aniquilada
por um prestobarba
que acaba de atravessá-la.

Encontrei você
na escuridão do coração alado
as pernas tremendo de paixão
e machucadas pelas gotas de orvalho.

Ao largo da vida

Metamorfoseado
Dispare em sensações
A boca que me cala
Um beijo roubado se foi