Poesias espirituais

Um ser humano na sua cruz

Rosto inclinado
Pregado em uma cruz Ele está
Sorvido gota a gota
Doado como só poderia doar-se

Uma prova de amor?
Uma loucura?
Uma vida renascida

Sentir-se um pouco como Ele
Como consola, mas não é uma consolação simplesmente
É uma certeza que se deve entregar plenamente o espírito
E deixar que o Pai intervenha

Num abismo encontro-me
Solto, livre, sem rumo
Há uma luz, fraca, mas há
Sem saber onde ela me levará, sigo-a



A cruz da unidade

Uma cruz é dada
Uma cruz é aceita
Uma cruz é erguida

Deixar pregrar-se nela
É a sabedoria divina
Que o mundo não quer nem mais saber
Porque o divino de outrem não existe mais

A felicidade está em aceitar os maus momentos
Através de uma doce lembrança
Jorrada pelas graças de um Pai

Pai que nesta cruz muitos possam se sentir igual a ti
Para que um dia, o dia já determinado
Venha-se conhecer
Que todos sejam Um


A Caridade vértice da Unidade

O frio bate
A alma gela
A caridade é rompida
Nada mais faz sentido

Diante dele recompomo-nos
Em um instante percebe-se
A vida é curta
A alma se faz pura
Se houver a propensa caridade

Caridade
Palavra que rompe os corações gélidos
Eleva a alma
Eterniza pequenos momentos

Ele é presente
Sente-se pelos poros
É preciso caminhar
Caminho não retilíneo
Que leva ao reto
Só Ele a reconstrói
E por Ele vale tudo
Até mesmo sacrificar o nosso pequeno Eu
Para que Ele sempre viva
E viver é também morrer por Ele que está no irmão


Ela: A Desolada e Gloriosa

Maria
Cristã perfeita
Nos ensina a gerar Cristo espiritualmente
Dentro de si conservou o verbo
Fez de cada fato um ato de amor a Deus

Ensina-nos a sermos discípulos de Cristo
Guarde-nos em teu coração de Mãe
Aqueça este corpo ainda frio

Dela se pode esperar somente o Amor
Amor de uma mãe que é desapegada de tudo
Até do amor por seu filho
Porque assim ela pode amar a todos
E como teu amor de mãe consola

Maria
A Desolada Dolorosa
Na tua alma Deus fez nascer a Igreja
A Desolada Gloriosa
Na tua alma Deus fez nascer a mãe muito amada
Aquela que só tem Deus

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alexander McQueen