Balada

Na balada do azul solar
Raios atravessam o poente
Luzes do luar a beira mar

Balada inacaba
A menina rodando gira a saia
Cada giro mais luz é atirada ao azul celeste
Um pássaro surge

Em um instante o pássaro torna-se luz
A energia aquece o corpo e enamorar-se
Os braços estendidos, joelhos ao chão

Asas levantam vôo
Em um azul estrelar vê-se de tudo
Olha-se para baixo
As pessoas andam calmamente pela rua

No quintal uma balada
O povo dança
Em uma balada acabada

Postagens mais visitadas deste blog

Alexander McQueen