Impressão

Solar frieza
Antes nunca fostes
Num rio que deságua
A beleza sem rumores

Afetos inesperados
Em corações calizados
Instintos afeitos
Ninguém pode ser perfeito

O calor humano nunca é cobrado
A cada instante me disfaço
Em pequenos roupantes
Sentimentos outrora purgantes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A luz