Imaginação

Quem es tú que segues sem rastejo
Faz da vida um imenso desejo
Arrancando do ventre o ar rarefeito
Com rimas tão certinhas que fazem bocejo

Quem es tú que transpõe o meu corpo
Que faz de mim gato e sapato
Será?

Meu namorado imaginário
Coisa de gente doida
Que fica num pc imaginando coisas
Sem saber aonde isso vai dar

Imaginação
Falta a imaginação ao mundo
Não ao meu mundo
Criei com os pés ficandos no chão

Coisa de gente maluca
Imaginar uma história
Pô-la no papel
Que bom que fica só aí

Se a sua mente não viaja
Não consegue ir dentro de si
Podes ter certeza
Que parte daquilo que chamamos de vida
Deixou de ser vivida

Imaginação
Palavra cheia de significados
Sem ela a vida é seca
Por isso prefiro inundá-la

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A luz