Em linhas pontilhadas de bem querer

Um coração apaixonado
Que rasga ao peito o bem amado
O fogo consome as horas inexatas
Dias que nunca sempre passam

Tantas horas contadas no relógio
Os ponteiros que giram os segundos passados
Na eternidade daquela emoção
Que invade um coração enjaulado

Todo aquele que sente o bem querer
Pode ser sacramentado e lembrado
Como um doce perfume de dama da noite
Penetra na alma e impregna tal laço

Essas coisas acontecem quando menos se espera
Quando ao passar pela vida sem muita pressa
Com o semblante como lua ardente
Numa clara alusão a realidade que invade

Em tão pouco tempo se pode entender
Que estimular no outro o sentimento do querer
É a prova cabal de que se pode ter
O bem amado logo se quer ver

Comentários

  1. Alguém está apaixonado...rsrs

    ResponderExcluir
  2. Linda terça, vim te visitar .
    Vou conhecer melhor se espaço
    e volto pra falar mais.
    Vou adorar que não só que
    passe mas que comente
    la no meu canto de poesia.
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A luz