O pedido (Bem-me-quer Mal-me-quer)

Sabe o pedido que se faz tanto
Daquelas estórias mais felizes que se deslumbra
Dos amores infindáveis
Das paixões inquestionadas

Sabe aquele momento de partir
De levar nada para dentro de si
De olhar para o passado
De ver que foi bom e só

Sabe que ninguém maltrata se gostar
Daqueles gestos a se apropriar
Dos instantes do verbo amar
E ainda sim você acredita que irá chegar lá?

Comentários

  1. Olá! Seu blog é lindo! Parabéns! E essa poesia em especial, um doce:)...Estou seguindo...
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Cris, agradeço pela gentileza. bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Alexander McQueen