Amado

O lado daquele gosto de te querer
Busca o teu jeito-ser
Não importa tanto o externo
Na hora em que ti busquei

Vejo a hora de te rever
Naqueles momentos tão nossos
Duas carnes vivas
Unidas na lasciva existência

Encontro com o amado
Daqueles instantes de tensão
Olhos que se encontram
Bocas que se tocam
E corações ligados

Quem nunca conseguiu ter um amado
Daqueles momentos guardados
No peito batendo rápido
E em instantes tê-lo ao meu lado

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A luz