Distorço minha imagem

Atrás de um espelho
Vidro laminado e ondulado
Cores que permeiam a minha face
Uma boca carmim e púrpura

Não deixo que me vejam
Na ilusão de verem
Sou uma luz transparente
Em meio a desejos inconscientes

Distorço a imagem
Para que aqueles vejam que não sou
Olho adiante e percebo dores
Em um vidro com muita cor

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Êxtase com McQueen