Afogados e desonrados

A liberdade é uma conquista alicerciada
Daquelas faces de dupla interpretação
Ou se pensa ao contrário
Engana-se com aquilo de fato

Cada ser na tua imensa razão de existir
Faz do poder a intercessão do querer
Pode-se querer muitas coisas
Mas na ilusão do bem querer faço estar e acontecer

Na imensa razão da retórica
O povo inteiro quer aquela falsa troca
De palavras o mundo enfarta
Na eterna luz dos afogados e desonrados

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A luz