É o meu único vício

O sol daquela clara manhã ilumina o meu sorriso
Uma esperança surge de velhas ideias deixadas de lado
Sopro de uma existência ininterrupta

O calor da estrada em uma curva de alta velocidade
Saco o arsenal de notas musicais viciantes
Encontro-me viciado com aquele desejo de um som

Viciado em uma batida eletrônica que mexe com as minhas percepções
Toque mais alto, não ouço mais nada, vejo apenas sensações
O coração acelerado, apressado, batendo forte

Olho para aquele belo horizonte entremeado de uma grande paixão
A música é minha companhia para o hoje, brindo-a com aquele gosto de vício
Alucinante como um amor prestes a explodir

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Êxtase com McQueen