Pezada

A semente não pode crescer
Naquele vaso que a abriga
Se queres matá-la
Dê pezada

A realidade das ruas
Aonde caminham meninas prositutas
Com sua dignidade ao meio-fio
Rastejam e sobrevivem

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A luz