Apostema

Eu não me curvo
Renego-me
Entrego-me
A poesia

Poesia é aquela que corta
Lapídea a alma
Arranca o orgulho
Derruba do alto

Eu não me curvo
Renego-me
Entrego-me
A poesia

É um apostema aberto
Daqueles que não param de putrefar
Expurgo todas as dores
Ali me deito sem descansar

Eu não me curvo
Renego-me
Entrego-me
A poesia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alexander McQueen