Espera

Minha vida se tornou uma espera
Parece que tem coisas que acontecem devagar
Lentas, arrastadas, pesadas como correntes
Um mínimo de esforço e tudo parece pesado
Carrego meu mundo nas costas
Quase em posição quadrúpede
Extensão nos olhares e uma ponta de imaginação
Só ela me tira do marasmo hoje em dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A luz