Canto do pássaro livre



Canto, outro dia eu encanto
Da magia de um esperar tanto
Faças da alegria uma vida
Em notas de humor que nostalgia

O caminhar reto decidido
Com peito aberto acredito
Falo de coragem que alimenta

A face de um simples branquear
O amor derramar
Neste chão que pisa uma nação
Que não vive de rumores e quer pão

Somos um estrelado no poente
Cada um reluz a própria sorte
De tanto viver fogo, com fogo fique ferido.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Êxtase com McQueen