O vestido vermelho


Baila com seu vestido vermelho
Os opostos e complementares
Dançam em contra pontos
Fazendo linhas não lineares

Sentada no sofá
Eu de frente observo
Os pés mexendo, trêmulos
E aquele olhar hipnotizante

Por um segundo
Estou no meio
Danço sem saber dançar

Na figura de um pensador
Olhando adiante teus olhos que me tocam
Compenetrado esqueço que existo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alexander McQueen