Paradoxo

A vida pra mim é um paradoxo
Não sabemos o que viemos fazer aqui
Comer, dormir, respirar o ar
É tão pouco, ínfimo
Temos alguma coisa pra fazer
Ou escolhemos algo que nos dê sentido
Ou fazemos de conta que somos raízes
Ainda assim a vida é paradoxal
Se você acredita só na matéria
E vive como se ela bastasse
Já se perguntou
Há falta de algo?
Essa falta sempre me acompanha
Pra onde quer que eu possa estar
Há coisas que a materialidade não explica
Ou a explicação é superficial
Nem tudo que se vê é o fim das coisas
Viver ainda é um paradoxo
Não ter o que lutar ou sonhar me constringe
Sou um ser de inúmeras faltas
Às vezes falta coragem
Outras vezes ela vem e me falta o impulso
Outras vezes sinto falta de bondade
Às vezes excesso de cordialidade
Sou um ser de grandes faltas
Falta-me, às vezes, acreditar nesse Deus
Ou naquele das escrituras
Parece um absurdo acreditar em algo assim
Para os espíritos é a inteligência suprema
Causa de todas as coisas
Independente de crer ou não
Somos um paradoxo




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A luz