A amada

Minha amada
Procurei por caminhos de flores
Vestes brancas como pureza da alma
Aquele loiro cintilante
Ilumina o céu e as estrelas
Ô amada Senhora!
Não fujas do destino que nos persegue
Aquela nota aguda de desilusão
No findar dos tempos de outrora
Com uma flecha acertei seu coração.
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog