Cinismo

Vamos tratar todos iguais?
Na igualdade absurda
Do normal ou incurável
Do louco ao bipolar
Que ninguém veja
Lutamos pelos padrões
Os desvios nos afligem
Catalogando tudo em caixas
Separando, e coisificando
Livrando-nos da ironia
Aquela que carcome os verbos
Das boas mentiras inventadas e espalhadas
Como verdades absolutas enaltecidas
Dos freios que te colocam na boca
Na beleza do desencontro
O cínico sempre aviva


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog