Poesia marginal

Purificaram a poesia?
Tornando-a pudica
Comportada
Uma Senhora recatada

Decoro nas estrofes
Nunca foi o mote
Palavras que se corrompem
Num estado de graça celeste


Comentários

  1. Amo poesia e é assim mesmo: estado de graça celeste!

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Êxtase com McQueen