À Anna Maria Maiolino

A cada passo ovos no chão
Fragilizando minhas pegadas
Nas pontas dos pés
Dentre eles nenhum exposto
Todos preservados
Caminho em uma direção
Não há ovos, mas pontos finais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog