Hoje eu quero voltar sozinho


Ontem assiste este filme, "Hoje eu quero voltar sozinho", saí do cinema com uma sensação tão boa e agradável que resolvi falar um pouco sobre ele. Conta a história de um adolescente com deficiência visual e suas questões de ordem afetiva e humana. A história é muito bem construída e nos leva a refletir que o diferente muitas vezes quer ser igual a todos nas tuas diferenças. O filme mostra que relações afetivas precisam e devem ter seu próprio espaço independente de opiniões familiares ou de amigos, ou neste caso específico de colegas de classe. Alguns críticos dizem que a história é apologia a homossexualidade, eu digo que é apenas uma história de afetos entre dois garotos que estão se descobrindo como seres providos de iguais desejos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A luz