Realidade

Os pés e mãos frios como de um defunto
E cai um dilúvio
Tarde feia e monótona
Com roupa pra estender
E um frio cortante
Coragem pra viver a realidade

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A luz