A dançarina espanhola

As amizades vem e vão
Como um pássaro na gaiola
Faço gestos com  a mão
Sou uma dançarina espanhola
Aquele fogo que vem e arde
Levanto minha saia e bato o pé
As amizades vem e ficão
Eu danço ao som de castanholas
E como vulcão em erupção
Solidifico intensões
Não sou uma espanhola qualquer
Prevejo o futuro a cada batida
Em transe manifesto
Savoir-faire

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alexander McQueen