sexta-feira, 31 de julho de 2015

Feitura de doces

 Para crianças

Fazer doce é muito fácil
Dizem que Cora era de mão cheia
Fazia os doces mais encantadores
Gostosos de lambuzar os lábios
Eu sei fazer doce
Minha especialidade
Arroz doce
Com canela
Ninguém resiste

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Ocaso

Ocaso
No meu caso
É um tempo obscuro
Que a claridade bate
Iluminando cada acontecimento
Como um novo alvorecer.

terça-feira, 28 de julho de 2015

A vida é amor

Você que me ama
Eu também te amo
Você que me odeia
Eu não te odeio
Você que é indiferente
Eu não sou
Penso que só o amor conquista
Onde a gente o coloca ele resplandece
Cria sulcos na areia árida
Do meu tempo desértico
Não quero uma vida em vão
Só de acontecimentos triviais
Quero uma vida interessante
Onde o amor penetra e guarda

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Desejo a ti

A alegria pulsa no meu coração
E os acordes do amanhã
Deslumbram um novo tempo
Um tempo de amor sincero
Quero paz, quero alegria
Que a vida seja farta, abundante
É o que desejo a todos

sábado, 25 de julho de 2015

Eu e você

Eu encontrei beleza em você
Fui até ao fundo da alma
Vi que a caminhada era longa
Mesmo assim tive coragem
E agradeço por cada coisa
Nos encontramos na vida
Você não me pertence
Eu não te pertenço
Estamos juntos como um laço
Vivemos uma vida de amor
Que a cada dia seja constante
A nossa história de amor

A face

Face desnuda
Sem máscaras
E sem traquejo
Amo pelo vale da morte
Sou consciente dos meus desejos.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Feridas abertas

Feridas que são abertas
Expurgadas
Colocadas para fora
Cicatrizes de uma breve vida
Não quero expor o feio
Aquela mácula que marca
Sei das minhas insanidades
Prevejo o meu futuro de glória
Estar consciente de si mesmo
É o caminho para encontrar o equilíbrio


quinta-feira, 23 de julho de 2015

Frases pessoais sobre o amor

A alma se enternece de amor até que um dia dela possa transbordar.

Romance exige uma segunda pessoa do qual se possa tirar o melhor dela mesma.

O amor é fonte de beleza, rejuvenesce e provoca os mais belos sonhos.

Onde houver amor, o ódio não vai imperar.

Amar é com atos e o amor é divino.

Cresci numa cidade pequena onde tive pouco amor, aprendi amar amando com atos concretos.

O amor é como espada que transpassa a dor  e cura qualquer forma de desunião.

A arte pode ser a manifestação da beleza interior revestida de amor.

Os nossos atos de amor podem provocar pequenas revoluções nas cabeças das pessoas.

Cada ato de amor é único porque a inspiração é divina.

Dor e amor duas faces que transfiguram a beleza humana.

A falta de amor provoca as maiores dores da existência humana.

 O amor preenche nossos vazios existências até que você se sinta curado e queira curar os outros com seu próprio amor do qual nem conhecia.

A filosofia do amor pode provocar muitas mudanças desde que não seja para proveito próprio.

Eu amo, até que o ser amado se sinta disposto em também amar.

A revolução do amor não é uma alternativa cristã é uma busca da alma em elevar o espírito em que haja novos céus na terra.


quarta-feira, 22 de julho de 2015

Meus olhos

Meus olhos não se fecham mais
Da minha boca só palavras belas
Recuso-me a entregar o meu melhor
Desde que seja por uma causa correta
Lido com meu lado sombrio
Ele não vai mais me importunar
Que a luz encontrada no caminho
Seja a minha razão de estar
Tudo que toco não vira ouro
Mas tudo que amo é puro deleite
Que minha inocência não seja transgredida
Vida e morte deixa estar


Silêncio de um dia

Como é agradável e bom o silêncio
Silêncio das horas que passam devagar
Faz a ansiedade ir embora e não mais voltar
Se o mundo entendesse o silêncio
Respeitasse o silêncio
Mas o mundo quer falar
Falar sem parar
Mesmo que seja algo irreal
O mundo quer falar

terça-feira, 21 de julho de 2015

Ser livre

A alegria de ser livre
Expressar o que se sente
É a coisa mais digna
Que o mundo não entende
Quantos têm sua liberdade coibida
Amordaçada e vilipendiada
Sejamos francos conosco
A vida é a única alternativa
De se fazer crescer
Em cada dia

domingo, 19 de julho de 2015

quarta-feira, 15 de julho de 2015

O amor é fonte do bem

A humanidade é o demônio para si mesmo
O mal prevalece onde não há amor
Enchemos corações e mentes
Criemos um mundo pontuado pelos relacionamentos afetivos
E tudo que não é bom desaparecerá
O amor é fonte do bem

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Reflexo no espelho

Refletido no espelho
Vejo um ser comum
Sem grandes alardes
Vai construindo seu espaço
Firme como rocha
Esculpindo cada palavra
Porque é da palavra que ele sobrevive
Neste mundo onde todo mundo quer ser conhecido
Ele parou para refletir
Não quero ser famoso a qualquer custo
Pode ser confuso isto que ele disse
Mas atualmente é como se senti
Quer escrever livremente suas poesias
Até que um dia alguém se interesse por aquilo que escreve
E o devore até a última estrofe


quarta-feira, 8 de julho de 2015

Sentimentos afogados

Meu sangue corre goela abaixo
Os sentimentos ruins vêm e voltam
Parecem nunca cessar
Escravo das emoções
Não posso e não quero estar

Vem e me diz o que posso fazer
Brincar com as nuvens para relaxar
Ou viver de vento

Não, sou poeta de alma pura
Libero meus sentimentos
Não quero afogar

O que é real nisto tudo?
Devolva meus dias claros
E encha o meu peito de amor 

Não ao linchamento

Vivemos em um país que aceita o linchamento e isto é preocupante. Não é oportuno a justiça com as próprias mãos, isto é pura vingança que corrompe qualquer ação para o bem. Quem comete crime tem que ser julgado perante as leis isto é o correto e humano. A vingança nos tira a possibilidade de ter amor até por quem comete crime. Talvez seja pedir demais, mas pelo menos o respeito deveria de imperar. Todos somos cidadãos deste país. Falo como poeta e cidadão não como especialista em política.

terça-feira, 7 de julho de 2015

Rotina

Os ônibus passam pela minha janela
O ruído não deixa nenhum momento de silêncio
Sentado numa máquina de escrever
Compondo sinfonias poéticas
E a cada letra no papel
Mais vontade de escrever
Elas pulam na minha frente
Como se quisessem dizer algo
Escrevo compulsivamente
Letras em formas de sentimentos

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Emergir dos sentimentos

Emergir dos sentimentos
Procurar um pouco de brisa
Encontrar na face nua da lua
Imergir do som límpido
Que acalma a alma atribulada
E os sentimentos que ora sufocavam
Não sufocam mais
Deixam aquela paz de dias mais quentes 



Tão jovem

Sou tão jovem
Inexperiente
Com aquela força de viver
Mesmo que os sentimentos não deixem
Luto para controlá-los com a pulsão das estrelas
Sou tão jovem
Que faço coisas sem pensar
Sem muito medo de me arriscar
Gostaria de amadurecer
Tornar-me mais velho
Não digo em idade
Até mesmo porque pouco importa
Em sabedoria mesmo
Ser jovem e adulto ao mesmo tempo
Administrar a vida com o raiar do sol
Tão jovem
Espero que daqui para frente consiga ser
Um pouco mais jovem.