sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Mudanças

A cabeça cansada
O corpo cansado
Cansado estou
Não achei que seria difícil trabalhar e estudar
Neste corre-corre do dia-a-dia
A alimentação fica em segundo plano
E as poesias também diminuem
É muita coisa para se estudar
Textos e mais textos
Capítulos de livros
Sínteses
Resenhas
E mais e mais
Mas era isso que queria
Aumentar a sapiência
E estender a paciência

domingo, 16 de agosto de 2015

Contentamento

Frescor na alma
Não é dela o renascimento
As armadilhas que a vida prega
São atestadas nos vencimentos
Sou tudo aquilo que posso
Não entenda como descontentamento
Os meus brancos cabelos aparecem
Vou viver a vida para sempre.

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Gozo santo

A santidade revestida de pecado
Aquele gozo santo
Que espalha como leite derramado
Elevando a céus terrenos
Dois seres que se amam
Revestem-se de puro êxtase
O toque do divino amado
Consubstancia aquela vida ao largo

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

O olfato

Seguir em passos largos
Subir a ladeira
Sentir o teu cheiro
Pode ser a maior loucura
Que transcende o olfato

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

O amor transgride

Transgredir a cada palavra dita
Dar de cara com os acontecimentos
Subverter as ordens das coisas
Criar sulcos na sociedade
Onde só o amor penetra
Quer algo mais transgressor do que o amor?
Não é preciso dar esmola
Não é preciso dar as coisas de graça
Isto não é amor
O amor motiva
Ele é o combustível da alma
Ele ampara e deixa-se amparar
Substância que envolve
Embala as noites e os dias
É questão de filosofia e vivência
O amor é amor?
Isto é muito pouco para algo que transcende a humanidade
Ele tem seus inúmeros significados
Incorpora e deixa se incorporar
É fome que alimenta
É brisa que refresca
É som que acalma











terça-feira, 4 de agosto de 2015

Aos mestres

A sabedoria encarnada
Vivida com a própria vida
Celebrada como vitória
Que a todos conquista
Um professor pode ser um mestre
Ele conduz seu aluno
Para momentos de triunfantes desejos
E apazigua conflitos dorovantes
Seu saber pode até ser contestável
Mas a retidão do seu caráter, não
Se for um mestre de verdade
Deixa na vida dos outros um rastro de luz
 






segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Sopro

Sopro de vida
Acalentando a minha tarde
Um bem que envolve sem procedência
Reveste-se com a própria arte
Busco dentro de mim o que quero dizer
Nem sempre é o mais perfeito
Mas a ideia sempre deve de prevalecer

domingo, 2 de agosto de 2015

A vida continua

Que a vida continue sendo esperança
Que você que passa ao meu lado, tenha uma vida abundante
E que os finais de tarde não sejam de tédio
Que o amor vos acompanhe
Cada dia de glória, seja a manifestação de um bem querer
Bem querer que ultrapasse a lógica humana
E resplandeça em cada entardecer.