quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Fome

Nunca senti fome
A minha fome é outra
Na infância arredio
A adolescência estático
Movimentos poucos na fase adulta
E neste vai e vem de interesses
Descubro-me mais humano

Nenhum comentário:

Postar um comentário