terça-feira, 27 de outubro de 2015

Minha fortaleza

O relógio marca infinitas horas
Tempo que me conserva melhor
É um monte de sensações que povoam minha mente
Sinto cheiro de crise
Dizem que por elas passamos mais fortes
As minhas pequenas depressões
Corrompem momentos da minha alma
Passeiam pelos labirintos do ser
E tocam abismos de dor
Com cores nem sempre brilhantes

Nenhum comentário:

Postar um comentário