Poesia choca

O álcool me acalma
Entorpece os sentidos
Deixa meus instintos afiados
Depois a ansiedade volta
Como se nada tivesse ocorrido
Uma bela taça de vinho
Corrompe até essa poesia choca

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A luz