sexta-feira, 29 de abril de 2016

Sem título

Incontestável tempo
Margeia de sangue o sem fim
Na palma da mão linhas transfiguradas
Em paixões de um clima de verão

Nenhum comentário:

Postar um comentário