segunda-feira, 30 de maio de 2016

A luz

Não quero perder de vista
Aquilo que passa
Entre corredores azuis
E matizes de todas as cores
Produzir brilhantes
Até que a própria vida possa ser luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário