terça-feira, 10 de maio de 2016

Sem título

O coração pula de um desfiladeiro,
Emoções como o medo,
não são os mesmos.
Refiz-me o tempo todo,
procurei a saudade que havia no peito.
Não a encontrei!
Fui-me embora,
com aquele alasão alado
em trezentos alqueires
e uma viola embaixo do braço.


Nenhum comentário:

Postar um comentário