quarta-feira, 27 de julho de 2016

Contemplando a si mesmo

Não posso escrever coisas que não venham de mim
Posso ser um narciso no lago
Posso ser o que quiser ser
Na vida, as nossas experiências é que contam
Viver para amar quem se ama
E contemplar a bela certeza
de quem se é...

Nenhum comentário:

Postar um comentário