quarta-feira, 27 de julho de 2016

Profano e sagrado

O profano e o sagrado
em mim se misturam
não há remorso e nem tristeza
que me fazem menos amado
Tenho dentro de mim
Um fogo quente
que em tudo devora
sou um lindo pássaro azulado
que sobrevoa sobre os confins do universo

Nenhum comentário:

Postar um comentário