sexta-feira, 8 de julho de 2016

Sem título

Tudo que é muito sério
enfadonho se encontra
Nas estradas que a vida nos permite percorrer
tudo passa de relance
A criança não para de chorar
seu choro irritante
instiga o desespero e o anonimato


Nenhum comentário:

Postar um comentário