sexta-feira, 16 de setembro de 2016

O mundo

Tudo neste mundo é fulgaz
Passa - se ao relento
E a vida diante de cada olhar
Se faz um nada

Nenhum comentário:

Postar um comentário