segunda-feira, 3 de abril de 2017

Doidivanas e tal

Mulheres são ilógicas
Como seus infinitos hormônios
Parecem numa casca de normalidade
São doidivanas e profanas

Homens podem ser santos
Com seus falos amostra
Mulheres nunca são santas
Pois se escondem atrás de suas entranhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário