Para Elza Soares

Voz singular
Rara e bela
Permeada de amor
Cada letra dita com paixão
Negra de todas as cores
No samba, tua raíz
Raízera
Força em mulher
Lata d'água
Subindo e descendo morro
Gritando aos quatro ventos
Deixa ela cantar até o fim

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog