Violência gratuita

A violência velada
Na palma da língua
Já senti e já presenciei
É algo que angustia

A violência descancarada
Nem precisa de bala perdida
É ouro no peito
E que afeta até os nervos

A violência
De qualquer maneira que vier
É suja e imunda
O algoz acha que tudo pode
Até que um dia se revide
E se faça crescer ainda mais o ódio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alexander McQueen