Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2018

Thánatos

A morte não nos convence
o cismar com os vivos é que nos preocupa Thánatos ergue-se em seu barco buscando almas Moedas depositadas  e travessia é realizada Almas na penumbra  vão para céus terrenos e aquela borboleta ao fundo batendo asas indicando a vida que brota de Thanatos.

Não mentirei para mim mesmo,
escrevo o que preciso escrever
e diante da mão que balança o berço
a criança em mim sempre quer nascer.

Pensamentos astrológicos

Sou filho do Sol
em peixes que aprofunda
a Lua que me aguarde
em sentimentos virginianos
E aquele prazer venusiano,
em uma constelação de Áries.
Sinto que tudo me faz ser
um garoto como outro qualquer
disposto a viver intensamente
e a criar seu próprio caminho.
Este não necessariamente o menos percorrido,
mas sim o não percorrido.

Alta literatura? Será?

Não me importo
nunca serei alta literatura
até mesmo porque
a dor que me invade
suplanta qualquer
vaidade momentânea.
Aquele jato de prazer
em instantes saciado
Procurarei outro ser
apenas para um bom sexo
e que isso naquele momento seja
bom para ambos.

Meditações

Fecho os olhos
concentro
Escaneio os 72 nomes de Deus
e faço uma prece pela humanidade
onde eu estiver que eu leve
o espírito fraterno e a paz.

Seu cheiro

Sentir teu corpo
envolto ao meu
aquele cheiro de jasmim
que me persegue em todos os instantes
E viver como se tudo não passa-se
de uma viagem
O teu cheiro impregna minha roupa
e eu acabo sentindo sua falta
Nunca desenhei algo que não fosse eu
então se um dia a gente se reencontrar
lembra do nosso cheiro e nada mais.
O tempo que vem
traz um vento de paz
mesmo que aqui dentro haja maremotos
eles não me confundem mais.
A tristeza não entra como entrava
o sorriso convalescente apura a alma
e todos os sentidos agora
estão no seu devido lugar.

Avós paternos

Imagem
Esta foto consta a presença dos meus avós paternos. Meu avó já é falecido, minha avô tem uns 93 anos de idade. Não sou e nunca fui próximos a eles, devido a acontecimentos pessoais.

Aparência de Deus

Imagem
Num mundo material a existência de Deus  tem que estar presente a uma forma física  Mas meus olhos que  são abertos para aquilo ainda oculto percebe Deus como uma  entidade não revelada na matéria e sim nas coisas do alto.

Lashon Hará

Prometo
não falar mal de ninguém
Prometo
não lamentar
Prometo
não pensar negativo
E se for difícil
que eu coloque a Luz
no seu devido lugar
Agora em Betim
depois não importa
o aqui e agora
é a solução
para acalmar a alma.
Toda a energia
que emana
da fé
tranquiliza
a alma
e nos faz
seres melhores
Instantes atrás
pensei que a vida era breve
mas depois de descolar do tempo
percebi que só vale a pena
se tudo tiver um propósito

O livro

Os poemas que escrevi para o livro com a poeta Sirléia foram para a Editora. Estou aguardando boas notícias. ;)
A dor transgride
mais que qualquer sentimento
Antes que o mundo acabe
sou princípio e fim
de mim mesmo


Em estado contemplativo
revendo cada cena da vida que passa
profunda é a respiração
que toca a imaginação
e o desejo de compartilhar
Somos frutos
de acontecimentos passados
não criemos falsas expectativas
o que deixo na humanidade
é aquilo que consegui realizar em vida.
Deixei tudo pra trás
sigo a estrada que me convém
não necessariamente a menos percorrida.
A infância esquecida
olhar quase cabisbaixo
a vida adulta que chega
e traz os recalques do inconsciente.

Deus é energia

Deus
Nem homem
nem mulher
é energia
que exala
todos os dois conceitos
É uma noite
sombria
como todas
lugares inefastos
e pensamentos que se corrompem
Não vejo uma só saída
na linda paissagem
que revigora a alma
e desfaz qualquer falta de entendimento.
Na eternidade simbólica
encontrarei o tão almejado descanso
Dinheiro não me conquista,
amizades sinceras
é que me conquistam.

Não sou luz escuridão na face  me encanta
No mundo onde a fêmea
se faz de poder
Digo
Esporrar é poder.

Olhar ao estrangeiro

Me vejo
me olho
me desejo
imploro
nas ondas de uma vida
carcomida pelas palavras
me vejo
desejo
imploro
acordo
Quando penso em você
sinto uma dor imensa
como se tudo
o surto
voltasse
e me vejo um reflexo
daquilo que realmente sou:
um nada
Minha visão ofuscada
cheia de perversões
Luto contra aquilo que me oprime
recalco a certeza das horas sem fim
e diante da vida que urge
desfaço de mim.
Words that bury the soul
Minhas quebras
ora monocromáticas
ora poli
nos interstícios dos vocabulários
crio palavras que só existem
nos meus afetos.
Não farei rumores,
sou água cristalina
o que tem que ser será
na inquietude da alma
que balança com o vento.

Provérbio

O meu útero
proverbial
que agora se desfaz
entala com um falo
e pela sua boca maldita
sai
Não quero ser uma Rapi Kaur,
não sigo seus passos
a dor que deveras sinto
não é uma imitação da arte
e sim momentos de profunda reflexão.

Amar
é tempo de viver
sorrindo

Fiz um altar
de rosas brancas
uma consternação no olhar
e pronunciei palavras ocas.
A fuga
dos dias incontáveis
e o tédio que persiste,
momento de prazer
quase imperceptível.
Suja,
maltrapilha.
Escarrada na boca
que se faz de maldita.

Líquido

Beber água da pia
até que não seja necessário violar os rios
santos em seu estado primogênito
e limpos de todo pecado mortal.

O método

Compulsão
escrita em versos
tensa razão de existir
melhor
que dar um trago
nas suas ideias.
Marquei o meu passado
com um compasso
e crio seres alados
que me fazem voar por aí

Marquei o meu presente
nele encontrei você
minha eterna rainha
que é cedo demais para viver